Segurança em condomínio empresarial

Segurança em condomínio empresarial

Segurança empresarial é um conjunto de práticas estabelecidas e ações que têm como objetivo garantir a proteção dos bens de uma empresa.

Assim como em condomínios residenciais, atua para combater danos e prejuízos como os furtos e todas as ocorrências que possam envolver perdas materiais.

Além disso, combate a perturbação e situações que ameacem a rotina de uma empresa. Ela deve zelar para que o ambiente físico seja resguardado de qualquer interferência que atrapalhe o andamento das atividades dos profissionais.

Segurança em condomínio empresarial: como implementar

As práticas de segurança para condomínios são estudadas e definidas após uma análise profunda dos pontos mais importantes. Isto é, esse planejamento determina os planos de ações e as resoluções que devem ser aplicadas.

Existem diversos serviços que complementam e ampliam a atuação das empresas de segurança. Eles são definidos com base nas necessidades do cliente e podem variar.

Muitas medidas podem ser aplicadas para reduzir as possibilidades de ocorrências. Aliar o uso da tecnologia com procedimentos humanos, por exemplo, é uma forma cada vez mais necessária para garantir a segurança.

Outro aspecto interessante é a designação de vigilantes especializados para fazer rondas e atribuir a uma equipe o monitoramento por câmeras de vigilância.

Hoje em dia existem facilitadores para o trabalho, como as fechaduras digitais e as câmeras IPs que ajudam a tornar mais eficaz o serviço de toda uma equipe.

Como planejar

Antes de mais nada, a segurança deve ser tratada com a complexidade que demanda. Ela é muito mais do que a simples rotina de agentes que evitam a ação de criminosos no perímetro que defendem.

Trata-se do entendimento profundo das necessidades e razões para fundamentar um plano de ação. Isto é, antes de oferecer os serviços de segurança privada, é preciso que se entenda a integridade dos riscos e problemas para enfim elaborar uma estratégia.

A atuação dos agentes e as práticas definidas devem ser planejadas visando cobrir os pontos mais fundamentais do condomínio.

Para isso, fazer uma análise de risco é a primeira etapa de um bom planejamento. Deve ser feita uma análise externa e interna do condomínio, pesquisando o entorno e o histórico de ocorrências da região. Entender as particularidades dos condôminos e a cultura de segurança local é um passo essencial.

A análise deve contemplar também a estrutura física do prédio, analisando barreiras perimetrais, portões e guaritas. Os equipamentos de segurança eletrônica (câmeras, alarmes e sistemas de controle de acesso) devem ser considerados no planejamento e avaliados se são suficientes para as demandas de segurança do local.

Por fim,  é fundamental analisar os recursos humanos do condomínio, verificando escalas de trabalho, nível de treinamento e capacitação da equipe.

Para a segurança do seu condomínio e da sua empresa, conte com o Grupo Hawk! Onde tem Hawk, tem segurança!

Entre no nosso site e peça o seu orçamento!